Páginas

terça-feira, 18 de julho de 2017

BEATO JOSÉ NASCIMBENI, Presbítero, Pároco e Fundador


José Nascimbeni
Bem-aventurado
1851-1922
Fundou a Congregação das
Pequenas Irmãs da Sagrada Família





Durante 37 anos exerceu sua função de pároco em Castelletto, desempenhando uma intensa atividade pastoral e social, sobretudo em favor dos jovens, dos doentes e pobres. Teve um especial cuidado para com os enfermos, aos quais levava os sacramentos.
Durante a primeira guerra mundial se pôs a serviço de assistência aos soldados. Para atender às necessidades do povo pelas obras de caridade espiritual e corporal, fundou em 4 de novembro de 1892 as Irmãzinhas da Sagrada Família com a colaboração da Beata Maria Domenica Mantovani.



José Nascimbeni era o único filho do carpinteiro Antonio Sartori e da dona de casa Amadea. Ele nasceu em Torri del Benaco (diocese e província de Verona) em 22 de março de 1851 e foi batizado no mesmo dia. Cresceu e fez o curso primário na sua cidade natal. A família modesta economicamente, mas muito religiosa, rica em fervor a Deus, o enviou para o Colégio dos Jesuítas de Verona e depois para o Seminário diocesano.
Em 09 de agosto de 1874, recebeu o diploma de professor e foi ordenado sacerdote. Logo foi designado para a cidade de São Pedro de Lavanho, na diocese de Verona, como auxiliar do pároco e professor. Três anos depois foi transferido para a paróquia da pequena cidade de Casteletto de Brenzone, também em Verona. Quando o velho pároco morreu, as famílias influentes pediram para que o padre Nascimbeni fosse nomeado o seu sucessor, em 1885.

Padre Nascimbeni empenhou todo seu vigor na vida religiosa e civil daqueles mil habitantes. Estimulou as atividades dos paroquianos leigos, valorizando os talentos para a formação de associações e grupos religiosos. Teve igual empenho para o desenvolvimento da cidade, criando asilos, escolas para órfãos e internatos para crianças abandonadas. Para os jovens, ajudou a fundar uma fábrica de roupas, uma tipografia, uma fábrica de azeite e uma cooperativa rural. Para melhorar a vida dos habitantes conseguiu a energia elétrica, a água potável e uma agência postal.

Não se compreendia como, estando tão ocupado, ele ainda encontrasse tempo para se dedicar as orações e as penitências que se impunha de dia ou de noite. Ele rezava em qualquer lugar, com seu rosário bem visível e sem se incomodar com as ironias. Não era raro atravessar a cidade descalço, por ter dado seus sapatos a algum mendicante.




Padre Nascimbeni precisava de religiosas com urgência para cuidar das crianças, dos velhos, dos doentes e da paróquia. Mas não as encontrava. Foi então solicitar ajuda ao bispo, que o encorajou a fundar uma congregação de religiosas para suprir esta necessidade da comunidade.
Em 1892, ele e mais quatro jovens, que depois tomaram o hábito religioso, fundou a Congregação das Pequenas Irmãs da Sagrada Família. Estas religiosas hoje estão presentes em toda a Itália, Suíça, Albânia, Angola, Argentina, Paraguai, Uruguai e Brasil. Dentre elas está a Beata Madre Maria Domenica Mantovani, considerada Co-fundadora, braço direito de Padre José Nascimbeni nessa obra.
Em 31 de dezembro de 1916 sofreu uma hemiplegia esquerda (isquemia cerebral) enquanto celebrava a Eucaristia, que o deixou paralítico. Foram cinco anos de sofrimentos físicos, orações e penitências. Aceitou essa enfermidade com paciência e fé até 21 de janeiro de 1922, quando veio a falecer. Tinha 71 anos de idade. Suas últimas palavras foram: “Viva a morte, porque é o princípio da vida”! Foi sepultado na Casa Mãe das Pequenas Irmãs da Sagrada Família, na cidade de Casteletto de Brenzone, Verona, Itália.
O Papa João Paulo II beatificou José Nascimbeni em 1988, em Verona, e dedicou o dia 22 de janeiro para sua homenagem.



Oração:
Ó Deus nosso Pai, que enriquecestes a tua Igreja com as virtudes e o serviço sacerdotal do vosso servo Beato José Nascimbeni, fazei que seguindo os exemplos de sua operosa existência, toda inspirada no mistério de Nazaré, vivamos em fidelidade e alegria os compromissos da vida cristã e, pela sua intercessão, concedei-nos a graça que agora confiantes vos pedimos. Por Cristo nosso Senhor. Amém


Fontes:

Imagens retiradas do Google Imagens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário