Páginas

terça-feira, 29 de março de 2016

MISSIONÁRIAS DA CARIDADE, MÁRTIRES NO IÊMEN. Os rostos das mártires.

Estes são os rostos das quatro Missionárias da Caridade, mártires no Iêmen.


O Vicariato Apostólico da Arábia do Sul compartilhou com a imprensa as primeiras fotos oficiais atualizadas das quatro Missionárias da Caridade martirizadas no Iêmen no dia 04 de março do presente ano.
 
Irmã Anselm, virgem e mártir. 

  Este é o rosto da Irmã Anselm. Ela era de Ranchi, Índia. Nasceu em 1956. No dia 08 de maio faria 60 anos de idade. 

 
Irmã Judith, virgem e mártir. 

A Irmã Judith era do Kênia. Nasceu em 02 de fevereiro de 1975. Tinha 41 anos de idade.

Irmã Margarida, virgem e mártir. 

Irmã Margarida era de Ruanda. Nasceu em 29 de abril de 1971. Tinha 44 anos de idade.

Irmã Reginette, virgem e mártir. 

A Irmã Reginette nasceu em 1983 em Ruanda. Era a mais jovem. Completaria 33 anos em 29 de junho.


Elas eram responsáveis do albergue com a Irmã Sally, a superiora, que se salvou e há havia sido evacuada do lugar. Atendiam a uns 60 pacientes anciãos. Todos muito pobres e de todas as religiões. Seus colaboradores eram do Iêmen, Etiópia e Eritréia.

Na sexta feira, dia 04 de março, um grupo de terroristas muçulmanos ingressaram no convento das irmãs em Aden (Iêmen) e assassinaram quatro delas, assim como a doze funcionários e voluntários do albergue para anciãos e incapacitados. Segundo informou o Vicariato, o albergue agora está sob os cuidados do governo com a ajuda de voluntários, estudantes e jovens.

Monsenhor Paul Hinder, Vigário Apostólico da Arábia do Sul afirmou que “não há dúvida que as irmãs foram vítimas do ódio contra nossa fé” e morreram como mártires. O Iêmen, país de imensa maioria muçulmana e onde os católicos são menos de 4.000 pessoas, vive há mais de um ano em guerra civil entre a guerrilha xiita e o governo sunita, apoiado por uma coalisão encabeçada pela Arábia Saudita.

Uma das orações que as Missionárias da Caridade assassinadas no Iêmen rezavam em todas as manhãs, após a Missa, ao iniciar sua jornada e que elevaram a Deus antes de seu martírio diz assim: “Senhor, ensinai-me a ser generoso (a). Ensinai-me a servir-te como o mereces; a dar e não calcular o custo, a lutar e não prestar atenção às feridas, a esforçar-me e não buscar descanso, a trabalhar e não pedir recompensa, exceto saber que faço a tua vontade. Amém”.

Que no Céu, essas novas mártires intercedam por nós. Mártires Missionárias da Caridade, rogai por nós! 



Nenhum comentário:

Postar um comentário