Páginas

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Beatos Mártires Espanhóis Filhos da Sagrada Família de Jesus, Maria e José.



No dia 10 de maio de 2012, o então Papa Bento XVI autorizou a promulgação do decreto de martírio de 19 religiosos e sacerdotes do Instituto dos Filhos da Sagrada Família de Jesus, Maria e José e alguns jovens ex-alunos leigos.
O Instituto da Sagrada Família de Jesus, Maria e José foi fundado por São José Manyanet, no intuito de difundir a devoção à Sagrada Família e a formação cristã das famílias, principalmente através da educação católica das crianças e dos jovens.
Atualmente eles se esforçam para cumprir o lema de seu santo fundador: “fazer de cada casa uma nova Nazaré”. Trabalham na Espanha, Itália, Estados Unidos, México, Colômbia, Venezuela, Brasil e Argentina. São afiliados com a Associação da Sagrada Família e publicam a revista “Sagrada Família”. Seguindo os ensinamentos de seu fundador, São José Manyanet, encontram na Sagrada Família o modelo para definir a vida de suas comunidades religiosas e a inspiração para o ministério junto às famílias e a educação das crianças e jovens.
Entre as vítimas, reconhecidas como testemunhas da fé (mártir = testemunha) pelo então Papa Bento XVI, dois morreram em Blanes (Girona), um em Barcelona, dois em Lleida, quatro em Vila-Rodona (Tarragona), um Cervera (Lleida) Munter, um em Vic (Barcelona), dois em San Fruitós de Bages (Barcelona) e seis em Moncada (Barcelona).
Todos eles morreram por fidelidade a Jesus Cristo e à sua vocação como Filhos da Sagrada Família. Suas vidas oferecidas a Deus para trabalhar para as famílias, foram confirmadas pelo martírio. Eles são, portanto, mártires da família.

O processo (investigação) diocesano, iniciado em 1994, foi realizado conjuntamente com a Arquidiocese de Barcelona. Foi agraciado com a validade jurídica do processo em 1997 e recebeu a “Positio” (parecer favorável) em 1999. A partir da comissão de teólogos e cardeais foi reconhecido oficialmente o martírio de todos os Servos de Deus, e confirmados pelo Papa em 10 de maio de 2012. 

Paz aos gloriosos mártires! Glória e paz aos mártires! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário