Páginas

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Beata Maria Dolores Rodriguez Sopeña, Virgem e Fundadora.


Beata Maria de los Dolores Rodriguez Sopeña
     Maria Dolores foi a quarta dos sete filhos de Tomás Rodríguez Sopeña, um jovem magistrado, e Nicolasa Ortega Salomón. Sua infância foi um “lago de tranquilidade”, segundo ela mesma. Trasladou-se para Almería e com dezessete anos começou a frequentar festas levando uma vida social, porém descobriu que o que lhe interessava era fazer o bem aos demais. Atendia aos pobres, especialmente a um leproso e a duas irmãs doentes de tifo.
     Seu pai foi transferido para Porto Rico e vai para lá com seu filho mais velho, enquanto o resto da família vai viver em Madrid. Ali Maria Dolores colabora ensinando doutrina católica na prisão feminina, no Hospital da Princesa e nas Escolas Dominicais. Pouco tempo depois toda a família se reúne em Porto Rico, onde ela funda as Filhas de Maria e as Escolas Dominicais para meninas.
A Beata quando jovem.
     Devido a uma nova transferência de seu pai como fiscal do rei na Audiência de Cuba, ela se mudou para Santiago de Cuba. Ali visita os doentes do hospital militar. Começou a trabalhar nos bairros de periferia e fundou, com a ajuda de algumas colaboradoras, os Centros de Instrução em três bairros diferentes, onde se ensina cultura geral, catecismo e se dá assistência médica. Fundou em Cuba as Damas Catequistas, Instituto para catequizar a população mais pobre, que incluía negros e mestiços. Colaborou com ela José Maria Orberá, vigário desta arquidiocese naquela época e que anos mais tarde seria bispo de Almería. Maria Dolores estabeleceria depois vários destes Centros em várias cidades cubanas e espanholas.
     Com a morte de sua mãe, seu pai se aposenta e volta para Madrid em 1877. Seu pai falece em Madrid. Ela inicia seus trabalhos no bairro das Injúrias e funda Centros de Instrução. Por sugestão do bispo de Madrid, o Beato Ciríaco Sancha, em 1892 funda uma associação de apostolado secular, hoje denominada Movimento de Leigos Sopeña. Também criou Centros Operários de Instrução, onde assistiam os operários fortemente influenciados pelo anticlericalismo, pois não se podia pretender ensinar a religião diretamente.
Beato Ciríaco Sancha, Cardeal
     Em 1896, ela estendeu suas comunidades e centros por toda Espanha, sobretudo pelas cidades mais industrializadas de então. Em 1901 fundou o Instituto que atualmente é denominado Instituto Catequista Dolores Sopeña. Em 1902, o Governo da Espanha aprovou os estatutos de sua associação civil de Obra social, atualmente chamada ' (OSCUS).
     A primeira fundação fora da Espanha a faz na Itália em 1914, e em 1917 as primeiras catequistas viajam para abrir no Chile a primeira casa na América. Entra em contato com os principais movimentos sociais da época. Em 1915 recebeu a Cruz de Afonso XII por seus desvelos pelos mais humildes.
     Maria Dolores faleceu em Madrid no dia 10 de janeiro de 1918. Em 23 de março de 2003 foi beatificada em Roma.

     Atualmente a família Sopeña, formada pelas três instituições que ela fundou: o Instituto Catequistas Dolores Sopeña, o Movimento de Leigos Sopeña e a OSCUS, está presente na Espanha, Itália, Argentina, Colômbia, Cuba, Chile, Equador, México e São Domingos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário