Páginas

domingo, 25 de maio de 2014

Beato Francisco Xavier Seelos, Presbítero Redentorista.


Francisco Xavier Seelos nasceu no dia 11 de janeiro de 1819 em Füssen, Baviera, Alemanha. Foi batizado no mesmo dia na igreja paroquial de São Mang. Desde pequeno mostrava um grande desejo de se tornar padre e entrou para o seminário diocesano em 1842, após completar seus estudos de filosofia.
Pouco tempo depois de ter conhecido os missionários da Congregação do Santíssimo Redentor, fundada para a evangelização dos mais abandonados, decidiu entrar para esta Congregação e trabalhar junto aos imigrantes de língua alemã nos Estados Unidos. Ele foi aceito pela Congregação no dia 22 de novembro de 1842 e no ano seguinte embarcou no porto de Le Havre, na França, chegando a Nova York no dia 20 de abril de 1843.
No dia 22 de dezembro de 1844, após completar o noviciado e os estudos de teologia, Seelos foi ordenado sacerdote na Igreja Redentorista de São Tiago em Baltimore, Maryland, USA. Depois da ordenação trabalhou por nove anos na paróquia de Santa Filomena em Pittsburgh, no estado de Pensilvânia, primeiramente por seis anos como coadjutor de São João Neumann, superior da comunidade religiosa e nos últimos três anos como superior e pároco. Durante este tempo, foi também mestre dos noviços redentoristas. Com Neumann se dedicou à pregação das missões. Quanto ao relacionamento entre os dois, Seelos disse: "Ele me introduziu na vida ativa" e "foi meu diretor espiritual e confessor". Sua disponibilidade e bondade natural no entender e responder às necessidades dos fiéis, o fizeram logo muito conhecido como um excelente confessor e diretor espiritual, a tal ponto que acorriam a ele pessoas de cidades vizinhas.
Fiel ao carisma redentorista, praticou um estilo simples de vida e desenvolveu uma maneira simples de se expressar. Os temas de sua pregação, ricos em conteúdos bíblicos, sempre foram ouvidos e entendidos pelas pessoas mais simples. Dedicava-se com grande esforço em suas atividades pastorais à instrução das crianças na fé. Considerava seu trabalho ministerial fundamental para o crescimento da comunidade cristã na paróquia. Em 1854, foi transferido de Pittsburgh para Baltimore, depois em 1857 para Cumberland e em 1862 para Annapolis, sempre engajado no ministério paroquial e trabalhando na formação de futuros Redentoristas, como prefeito dos estudantes. E também quanto a este trabalho se mostrava sempre um pastor bondoso e feliz, muito atento às necessidades de seus estudantes e consciente da importância da formação doutrinal. Acima de tudo, se empenhou em incutir nestes futuros Redentoristas o entusiasmo missionário, o espírito de sacrifício e o zelo apostólico para o bem espiritual e temporal do povo.

Em 1860 foi-lhe feita a proposta de ser candidato a bispo da diocese de Pittsburgh. O Papa Pio IX aceitou suas razões para não ser eleito. De 1863 a 1866 ele se dedicou à vida de missionário itinerante, pregando em inglês e alemão nos dez estados seguintes: Connecticut, Illinois, Michigan, Missouri, New Jersey, New York, Ohio, Pensilvânia, Rhode Island e Wisconsin.
Após um breve tempo no ministério paroquial de Detroit, Michigan, em 1866 foi designado para a comunidade redentorista de Nova Orleans, Estado de Louisiana, no sul dos Estados Unidos. Também ali, na Igreja de Santa Maria da Assunção ficou logo conhecido pela sua disponibilidade aos fiéis e pela preocupação especial com os mais pobres e abandonados. Os planos de Deus, no entanto, reservaram-lhe um curto ministério em Nova Orleans. No mês de setembro, exausto de visitar e cuidar das vítimas da peste da febre amarela, ele próprio contraiu a doença fatal. Depois de sofrer pacientemente por algumas semanas, Pe. Francisco Xavier Seelos passou à vida eterna no dia 4 de outubro de 1867, quando tinha apenas 48 anos e 9 meses.

No dia 9 de abril do solene Ano Jubilar 2000, na Praça São Pedro no Vaticano, Sua Santidade o Papa João Paulo II proclamou beato o Pe. Seelos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário